sábado, 10 de novembro de 2012

Napoli Sotterranea: um mundo escondido nos subterrâneos de Nápoles



   Você sabia que existe um mundo inteiro escondido nos subterrâneos de Nápoles? É a Napoli Sotterranea, uma galeria subterrânea imensa, que é formada por  grutas, passagens estreitíssimas, cisternas, sítios arqueológicos e no qual você pode conhecer um pouco da história de Nápoles, principalmente da época dos gregos e romanos...



A entrada fica na Piazza San Gaetano...bem no centro histórico de Napoles...(aliás, uma delas, pois há várias entradas para conhecer os subterrâneos de Nápoles - outra entrada conhecida é pela Via Sant´Anna di Palazzo, cujo ponto de encontro é em frente ao Café Gambrinus na Piazza Trieste e Trento) 

É preciso reunir um grupo de mais ou menos 15 pessoas. O passeio dura cerca de 45 minutos...O biglieto  custa 9¢ Há caminhadas em inglês e italiano, mas é preciso consultar os horários. Veja o site oficial: http://www.napolisotterranea.org/




Entrando por ali, você começa a descer por uma escada de 140 degraus, que vai te levar 40 metros abaixo do nível da superfície...


Nesta parte, você vai entrar num conjunto de ruínas que datam do século III e IV a.C






No começo do trajeto é ainda bem iluminado, mas eles te dão uma vela, pois em alguns trechos é a única iluminação (isso me lembra um pouco as Catacumbas de Paris) Em Nápoles há dezenas e dezenas de galerias subterrâneas, nem todas estão abertas para o  público. Há também diferentes companhias que oferecem "tours" pelos subterrâneos, dependendo do ponto de entrada, cada companhia explora uma parte diferente do subterrâneo da cidade...Ou seja, é impossível você conhecer tudo, à não ser que você dedique vários dias para percorrer essas galerias....(e mesmo assim nem todas estão abertas).


File:Napoli sotterranea (cunicolo).jpg



Aquelas grutas, ravinas e galerias subterrâneas contam uma história paralela de Nápoles. Quando estamos na superfície, por exemplo, na Via dei Tribunali ou em frente a Basilica di San Lorenzo Maggiore ou a Piazza San Gaetano, dificilmente lembramos que aquela área já foi ocupada pelos romanos...é só percorrendo os subterrâneos que você tem essa percepção....


Como você sabe, os gregos foram os primeiros a chegar por ali. Em meados do século III a.C, os gregos fundaram na região uma colônia chamada Neapolis (Nova Cidade em grego).  Os gregos formaram as primeiras edificações e utilizaram os subterrâneos para retirar a pedra tufos. Eles também criaram sistemas para recolher e armazenar a água das chuvas...





   Mas andando pelas escavações, você percebe várias coisas. Por exemplo que os gregos utilizavam blocos inteiros de pedra, enquanto os romanos utilizavam tijolos de argila... As escavações gregas e romanas se sobrepõem umas as outras....

Fotos de Pine Bova

Fotos de Pine Bova

   Andando por aquelas galerias, você também pode encontrar exemplos da fauna subterrânea.....


Essas plantas permanecem lá durante anos sem serem regadas....Elas retiram seu sustento da umidade do ar, mas precisam de uma iluminação especial...


Na segunda metade do século XIII, Nápoles teve um crescimento vertiginoso... Nesta época, o subsolo formado pelo tufo foi utilizado diretamente para a construção dos edifícios históricos que vemos hoje pelas ruazinhas estreitas de Nápoles. Uma verdadeira pedreira subterrânea foi montada ali...Quanto mais a cidade crescia, maior ficava o buraco....

Diariamente os trabalhadores perfuravam as grossas paredes de tufo, formando galerias subterrâneas....



Os blocos de tufo eram trazidos para a superfície diretamente dos buracos feitos no solo....e puxados através de cordinhas...




  É impressionante, mas algumas das construções utilizaram as pedras que haviam imediatamente abaixo do seu terreno...Assim, embaixo de grandes prédios foram criando grandes buracos....
   Nesta época, cada casa tinha acesso aos poços subterrâneos por um buraco feito ao solo... Assim eles conseguiam retirar as águas das cisternas. Acontece que com o intenso movimento de trabalhadores por aquelas vielas subterrâneos, alguns aproveitavam para subir por esses buracos e praticarem pequenos furtos. 
Teria surgido aí a lenda da figura do Monaciello, que no dialeto napolitano significa "pequeno monge". O pobre coitado que era roubado ainda ficava feliz, pois a passagem do Monaciello na sua casa era sinal de bom presságio....


Mas a parte mais impressionante é ver a parte em que os napolitanos viveram durante a II Guerra. Nesta época, Nápoles foi uma das cidades que mais sofreram com os bombardeios.  Você vai encontrar nos subterrâneos, carros, tanques e carcaças de automóveis que eram utilizados como abrigo durante os bombardeios da II Guerra Mundial...




Bem, eu me lembro que quando eu visitei as Catacumbas de Paris, eu me lamentava por perder tempo enfiado num buraco, enquanto tinha aquela cidade maravilhosa lá em cima...O mesmo não acontece com Nápoles, muita gente acha a cidade feia. Mas, se você quer ter uma oportunidade rara na vida, visite os subterrâneos de Nápoles



1 comentários:

Josinete Lima disse...

Gostei muito do Blog especialmente os registro da cidade subterrânea, sabia mas não me interessava porque não coloquei em prioridade a visita a Napóles, estive nas SCAVI DI POMPEI e fiquei maravilhada.Com certeza farei uma visita na próxima viagem.

Postar um comentário

Gostou deste post? Quer falar também sobre suas impressões de viagens? Quer acrescentar detalhes que você conhece sobre o assunto? etc...

Use este espaço, é livre. Deixe seus comentários, críticas e sugestões, etc. Ajude-nos a melhorar cada vez mais...