domingo, 17 de outubro de 2010

Dicas de Metrô (1)

Bem, andar de metrô é uma das coisas mais legais de fazer quando você viaja "praz zoropa"...ainda mais se você mora como eu numa capital que tem pinta de ser nariz em pé, vanguardista e pós-moderna como Curitiba, mas que não passa de um velho acampamento militar com casas caiadas de branco, como já dizia Saint-Hilaire no final do século XIX (ou seja, é um lugar bem escroto.....)

Enfim...em Curitiba ainda não temos esse "brinquedo"..por isso foi dificil até entender a lógica do negócio..mas se você já tem metro na sua cidade..não deve ser muito diferente.
Aproveito para indicar o site AMADEUS SUBWAY MAPS, que possui as linhas de metrô de praticamente todas as cidades (que o possuem, é claro) do mundo:
http://www.amadeus.net/home/new/subwaymaps/en/index.htm

***
Andar de metrô é facil e rápido, além disso ele te leva, sem exceção, à todos os pontos turísticos da cidade. Tem dois motivos para isso: apesar da linha de ônibos ser bem eficiente, parece ser mais turístico mesmo. Os "tipos" parisientes mais inusitados estão vagando pelas estações (tipo aqueles africanos bem estilosos que a gente não está acostumado a ver aqui...ou o famoso tiozinho com acordeao tentando tirar uns trocos...e até bailarinas fazendo pliê e o caralho a 4)
Outra coisa que achei legal é que as estaçoes de metro (as "gares") já são linhas estabelecidas desde o final do século XIX por onde passavam os trêns, muitas gares são daquela época e tem personalidade forte (apesar de umas estarem bem degradadas). Por isso é legal ver que cada um tem uma "alma" própria (Abesses, Saint-Lazare, por exemplo)
Além disso, em cada parada do metrô há sempre um giche super-turístico onde eles são relativamente educados e treinados para responder com a maior calma e polidez qualquer tipo de pergunta estúpida. E você ainda sai cheio de guias e mapas.

***
Em Paris há 14 linhas de metro. Toda linha de metrô é devidamente identificada pela sua cor. Assim, por exemplo, a linha M1, que é a mais turística, é a amarela. Ela vai do chateau de Vincennes, fora da cidade, até La Defense, na outra ponta, cruzando a cidade de Leste a Oeste (tipo nosso busão Inter 2).
É importante que você saiba o ponto de chegada e partida de cada linha. Assim, por exemplo, se você pega a linha M2 (azul), você tem que saber se o seu destino está na direção de Nation ou Porte-Dauphine.


***

As linhas se cruzam. Estes cruzamentos são chamados de "correspondance" e estao indicados nos mapas por uma bolinha branca. Se no mapa tiver uma bolinha da mesma cor que a linha, não há correspondance, é só uma parada. Se tiver uma bolinha branca, você pode descer e fazer a conexão com outra linha.
Assim, por exemplo, no mapa abaixo, a linha M1 (amarela) tem uma parada em Tuilleries sem correspondance, depois ele pára no Louvre, de onde você pode descer e pegar a linha M7 (roxa), em direção a Pont Neuf, por exemplo.


Veja o mapa interativo das linhas de metro: http://www.ratp.info/orienter/cv/carteidf.php?lang=uk

Obs. o transporte urbano é gerenciado pela RATP Régie Autonome transporta Parisiens






E outra...lá sempre tem uns cartazes meio esquisitos..eu vi essa bundinha em todo canto...

3 comentários:

Ana disse...

Boas dicas!! : )

ynaiat disse...

hahaha les affiches do metro! essa bundinha eu tb vi mt, é uma peça de teatro senao me engano...

o camponês de Paris disse...

Tinha outro com uma bunda gigante em close..escrito "A deux lits du delit!"...

Postar um comentário

Gostou deste post? Quer falar também sobre suas impressões de viagens? Quer acrescentar detalhes que você conhece sobre o assunto? etc...

Use este espaço, é livre. Deixe seus comentários, críticas e sugestões, etc. Ajude-nos a melhorar cada vez mais...